DEIXE SEU RECADO NO FIM DA PÁGINA, BJIN.

BEM-AVENTURADO O HOMEM QUE NÃO ANDA NO CONSELHO DOS ÍMPIOS, NÃO SE DETÉM NO CAMINHO DOS PECADORES, NEM SE ASSENTA NA RODA DOS ESCARNECEDORES.

Sl - 1:1

www.flickr.com
Itens de Drigorito Vá para Drigorito galeria

Meus amigos

quarta-feira, 7 de setembro de 2011

A prática do jejum!


(Mt 6:16-18)

INTRODUÇÃO: Poucas pessoas meditam sobre o tema jejum e sua importância para a vida cristã.
            Sabe-se que há populações enfrentando fome. Existem, também, aqueles que protestam fazendo greve de fome. Existem os que fazem suas dietas para emagrecer, visando a estética.
            Mas, aqui, se deseja abordar o jejum como ato religioso, ou seja, para crescimento espiritual, visando maior intimidade com Deus.
O (v.18) apresenta o jejum sendo direcionado diretamente a Deus. A abstinência de alimentos, com a graça de Deus, resulta no fortalecimento da fé, na recompensa por parte do Pai Eterno. Essa recompensa é sempre justa.

A PRÁTICA DO JEJUM

1) O JEJUM É PRÁTICA RECOMENDADA NA BÍBLIA

=> Neste sermão pronunciado por Jesus, a prática do jejum é abordada pelo Mestre com o objetivo de torná-la mais compreensível. Ele mesmo já havia jejuado durante um longo período (Mt 4:2).

=> Existem vários exemplos bíblicos a respeito do jejum conduzindo a idéia de sua importância para a vida espiritual do povo de Deus. Examinemos alguns:

* Moisés (Êx 34:28)
* Os israelitas (1Sm 31:13)
* Josafá (2Cr 20:3)
* Esdras (Ed 4:16)
* Daniel (Dn 9:3)
* Jonas (Jn 3:5)
* A profetisa Ana (Lc 2:37)
* A Igreja Primitiva (At 13:1-3)

=> O jejum é a abstinência de alimentos por um determinado período com finalidade de crescimento espiritual, ou seja, com o propósito de agradar a Deus, ou receber dEle bênçãos especiais.

=> Jejuar é abster-se completamente de alimentos, na busca de certos alvos especiais, como a oração, a meditação ou a busca do Senhor, devido a alguma razão peculiar, ou sob circunstâncias especiais.
=> O jejum, na Bíblia, vem freqüentemente associado à oração. Assim sendo, o exercício do jejum deve ser acompanhado de orações, leitura da Bíblia, meditação e outras atividades espirituais. Oração e jejum estão quase sempre associados.

a) O jejum bíblico é voluntário

=> O jejum bíblico deve brotar de um desejo pessoal, repleto de liberdade. O jejum, sendo uma abstinência voluntária de alimentos, é um modo de se aumentar o auto-controle da vida cristã.

b) O jejum bíblico é flexível quanto ao tempo de duração

=> Na Bíblia é possível encontrar diversos períodos de jejum. Ele pode durar algumas horas, um dia, ou alguns dias, conforme a decisão de cada praticante.

=> O jejum não deve ser avaliado pela duração e freqüência e, sim, pelos seus resultados.

c) O jejum bíblico é feito para glória de Deus

=> Todas as atitudes humanas, especialmente as do cristão, precisam redundar na promoção da glória de Deus (1Co 10:31). Ao jejuar, o objetivo maior deve ser o engrandecimento do Reino de Deus.
=> No (v.18) Jesus recomenda o jejum direcionado ao Pai, pois só Ele é merecedor de nossos atos religiosos.

2) O JEJUM BÍBLICO É PRÁTICA QUE REQUER EQUILÍBRIO

=> Jesus observa que muitos dos que jejuavam o faziam erroneamente, isto é, cheios de formalidade, hipocrisia. Essas pessoas se mostravam contristadas e com o rosto desfigurados, a fim de serem notados pelos outros (v.16).

=> No exercício do jejum alguns desequilíbrios podem ocorrer; por isso, jejuar, exige bom senso, para que seja uma prática sem exageros.

a) O jejum bíblico requer equilíbrio para não virar exibição

=> Nunca se deve sair por aí publicando que se está jejuando; isto seria exibição de fé. Através do jejum, o cristão e toda a Igreja se esvazia de si mesmo e se enche do Espírito Santo.
=> Jejuar é esperar humildemente pela ação de Deus. Nada de exaltação pessoal. Nada de mérito humano.

b) O jejum bíblico requer equilíbrio para não prejudicar à saúde

=> O exercício do jejum não deve colocar em risco a saúde do praticante. O cristão deve lembrar-se de que o seu corpo é santuário do Espírito Santo.

=> Precisamos de corpos sadios. Os limites da nossa resistência física precisam ser respeitados para que não apareçam problemas de saúde.

c) O jejum bíblico requer equilíbrio para não atrapalhar a vida profissional

=> Na medida do possível, o jejum não deve prejudicar a vida profissional. É necessário bom senso para se combinar jejum com trabalho.

3) O JEJUM BÍBLICO É PRÁTICA QUE GARANTE RECOMPENSAS

=> Jesus conclui este assunto com palavras confortadoras, garantindo que (v.18) “Pai que vê em secreto, te recompensará”

a) O jejum bíblico traz profunda comunhão com Deus

=> O jejum proporciona o fortalecimento espiritual. Ele nos predispõe a uma sintonia mais intensa com o Pai Eterno.

b) O jejum bíblico traz disciplina pessoal

=> O jejum deve ser praticado discretamente. Ele é bom para a nossa própria disciplina. O jejun auxilia a evidenciar o fruto do Espírito Santo, especialmente o Domínio Próprio (Gl 5:23).
=> É oportuno considerar que, ao se jejuar, o organismo humano passa por um período de descanso, o que é fundamental para o seu bom funcionamento.

c) O jejum bíblico traz bênção

=> Que bênção é esta? Não sabemos explicar exatamente. Mas temos esta certeza. Ela é certa, boa e justa, pois é prometida e garantida pelo Pai Eterno.


CONCLUINDO: “Quando jejuamos nos alimentamos espiritualmente”  (Rev. D. Faria)

(Mt 6:16-18)






3 comentários:

Eneas Lara disse...

Oi Dri! que grande prazer te conhecer, e vejo que és uma grande conhecedora da palavra de Deus, pela bela esplanação a respeito do Jejum. Parabéns pelo bonito blog, e ele fica mais belo porque é de conteudo Cristão, e isso faz de vc uma serva do Senhor Jesus, a proclamar as riquezas da sua graça num mundo tão carente de conhecimento. Deus te abençoe grandemente!

Bruna Noronha disse...

Seguindo seu blog. ;)
http://agapecristao.blogspot.com

Bernadete Hybiak disse...

Muito bom texto, concordo que a prática do jejum requer o nosso tempo com Deus e Ele recompensa por isso vejo resultados na minha vida, por isso prático e indico.
A paz.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...